Domingo, 29 de Outubro de 2017

 

WP_20171027_15_52_31_Pro.jpg

   A Companhia de Jesus é uma ordem religiosa fundada em 1534, por dez estudantes da Universidade de Paris, incluindo Inácio de Loyola, o mentor da nova congregação, e Simão Rodrigues, o único português do grupo. Os Jesuítas, designação por que são habitualmente referidos, distinguiram-se por se colocarem sob a obediência direta do Papa e disponíveis para cumprirem missões onde quer que fossem enviados. A missionação e a educação foram as áreas onde mais se distinguiram.

WP_20171027_15_28_47_Pro.jpgWP_20171027_15_29_02_Pro.jpg

Inácio de Loyola e Francisco Xavier

 

   A pedido do rei D. João III, o fundador da ordem enviou para Portugal, em 1540, dois dos seus companheiros: Francisco Xavier e Simão Rodrigues. O primeiro partiu no ano seguinte para a Índia, enquanto o segundo ficou na Europa, lançando as bases da Província de Portugal, a primeira da Companhia. Em 1542, já a ordem tinha conhecido um rápido crescimento, foi fundado o Colégio de Jesus em Coimbra. Este foi a mais importante instituição das Jesuítas em todo o mundo, aqui permaneceram até 1759, ano em que foram expulsos pelo Marquês de Pombal. Portugal foi, deste modo, o primeiro reino a acolher os Jesuítas e também o primeiro a expulsá-los!

WP_20171027_15_28_30_Pro.jpg

   A exposição que nós visitámos ocupa o espaço do antigo refeitório dos padres da Companhia, sendo atualmente o Museu da Ciência, depois de ter sido, desde os tempos pombalinos, um laboratório destinado ao ensino da química. A mostra intiitula-se Visto de Coimbra, sendo que, como lembrou a mãe do Tomás, a Dr.ª Sónia Filipe, a designação encerra um duplo sentido: por um lado o Mundo e o Universo vistos a partir da nossa cidade e, por outro, Coimbra como um ponto de partida dos missionários aqui formados e que aqui recebiam ordem para abalarem para as mais distantes paragens, cumprindo a sua vontade de missionar os gentios das terras distantes.

WP_20171027_15_33_35_Pro.jpg

   Christophoro Borri (1583-1632) foi um italiano de Milão, professor de astronomia no Colégio das Artes que veio para Coimbra depois de ter passado muitos anos no Oriente. Impedido de regressar a Roma por ter ensinado as ideias de Galileu, veio para Coimbra. Aqui fez observações astronómicas, utilizando um telescópio emprestado por um lente de Teologia da Universidade. Observou o aspeto da Lua nova em julho de 1627, descrevendo as crateras lunares. Foi a segunda vez na história, após os registos de Galileu, que se representou uma observação astronómica.   

WP_20171027_15_28_11_Pro.jpg

   O Curso Conimbricense é como normalmente são referidos os comentários às obras de Aristóteles, publicados em Coimbra nos finais do séc. XVI. O título exato era Comentarii Collegii Conimbricencis Societatis Iesu, e destinava-se a orientar o estudo dos alunos do Colégio das Artes, passando depois a ser utilizados em todos os colégios jesuítas. O curso foi publicado em 8 tomos e resultou de um trabalho de tradução e comentário, sob a coordenação dos padres Manuel de Góis, Sebastião do Couto e Baltazar Álvares.

WP_20171027_15_34_00_Pro.jpg

   Os azulejos didáticos exibidos nesta mostra são provenientes de uma coleção do Museu Machado de Castro que inclui outros exemplares e serviam para ilustrar as aulas, demonstrando teoremas matemáticos, bem como outras matérias, como a astronomia.

WP_20171027_15_44_43_Pro.jpg

   Além do ensino, a evangelização era, como já foi dito, a principal missão dos padres da Companhia. Além de S. Francisco Xavier, o Apóstolo do Oriente, muitos outros missionários se destacaram. Nesta exposição é possível admirar um objeto muito curioso, nada mais do que a bota do santo!

WP_20171027_16_05_24_Pro.jpg

   A bota foi trazida de Goa, onde Francisco Xavier se encontra sepultado, por Francisco Aguiar, alcunhado o piloto das botas, que assistiu ao enterro dos santo em 1577, apropriando-se de uma das botas que foi conservada como relíquia. A bota esteve em Lisboa no séc. XVII, sendo exibida em 1925 no Vaticano e guardada atualmente em Coimbra. Encontra-se muito estragada por lhe terem sido cortadas muitas tiras pelos devotos que ambicionavam possuir relíquias.

WP_20171027_15_46_18_Pro.jpg

   Outra história curiosa é a do padre Bernardo de Kagoshima, nascido no Japão em data incerta e falecido em Coimbra em 1577. Foi o primeiro japonês a estudar na Europa. Era um Samurai, de condição modesta que foi batizado por S. Francisco, conforme nos contou o nosso guia, o Dr. Carlos Serra. Foi, portanto, um dos primeiros católicos do Japão. Em 1552, Bernardo partiu para Goa, onde ingressou na Companhia. Veio para Portugal poucos anos após, onde frequentou o Colégio dos Jesuítas. Falecido na nossa cidade, foi sepultado na atual Sé Nova onde, ainda hoje, é procurado por muitos turistas nipónicos!

WP_20171027_15_49_41_Pro.jpg

   Foi precisamente na igreja da Sé Nova que, em outubro de 1759, na sequência da ordem de expulsão proferida por Pombal, o padre António de Vasconcelos, que aguardava sob prisão na sua cela o momento de abandonar para sempre o Colégio de Jesus, conseguiu aceder ao altar da Virgem da Assunção e esconder um conjunto de cartas manuscritas e um crucifixo no interior de uma coluna. Em 2016, contou-nos a Dr.ª Sónia, por ocasião de uma ação de conservação, os técnicos descobriram um embrulho que continha mais de 1000 páginas de documentos, bem como o crucifixo.

WP_20171027_15_41_32_Pro.jpg

   Ao longo do séc. XIX e durante a 1ª República, os Jesuítas foram responsabilizados por todos os males. A chamada Lenda Negra atribuía aos padres da Companhia de Jesus a culpa pelo estado de atraso em que se encontrava o nosso país. Agora, esta exposição parece reabilitar o seu papel, destacando a importância que tiveram nos vários domínios, com especial destaque no ensino e investigação. Vale a pena visitar a sala de exposições temporárias do Museu da Ciência para testemunhar o papel desempenhado por estes padres.

WP_20171027_15_52_15_Pro.jpg



publicado por CP às 15:25
Blogue oficial do Clube do Património da Escola Básica Eugénio de Castro - Coimbra
mais sobre mim
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO