Quinta-feira, 16 de Junho de 2011

Retrato de família (Pacheco Pereira)

 

Depois de um belo piquenique nos jardins do Palácio de Cristal, dirigimo-nos para o Museu Nacional Soares dos Reis, onde fomos recebidos pela Vera. Aguardamos fotografias da visita, para já mostramos alguns dos quadros que mais nos prenderam a atenção, como este da autoria de Augusto Roquemont (1804-1852). Roquemont foi um pintor suiço muito popular em Portugal, muito especialmente no Norte, na primeira metade do séc. XIX. Pouco erudito, pintava ao gosto popular e dos encomendantes da burguesia nortenha.

 

 

O museu tem o nome do grande escultor António Soares dos Reis (1847-1889) que foi o grande renovador da escultura portuguesa e o maior escultor nacional da segunda metade do século XIX. O Desterrado  (1872) é a sua obra mais importante. Foi produzida em Roma, em mármore branco de Carrara, enquanto o artista aí permaneceu como bolseiro do Estado português. Observando a escultura, podemos ver como a herança clássica é valorizada, no entanto, a melancolia e a tristeza da figura antecipa o suicídio de Soares dos Reis, vítima de invejas e acusações infundadas, bem como a decadência nacional que atingiria o ponto máximo em 1890, com o ultimato britânico.

 

Muitas outras obras de arte nos retiveram a atenção. Aguardamos as fotografias, principalmente as do Eduardo que insistiu em fotografar o museu todo, para vos darmos a conhecer os momentos mais agradáveis da nossa visita.



publicado por CP às 17:31
Blogue oficial do Clube do Património da Escola Básica Eugénio de Castro - Coimbra
mais sobre mim
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO