Sábado, 07 de Maio de 2011

 

Parece impossível, mas é verdade: só hoje é que decidimos dar um passeio pela Universidade! Iniciámos o nosso percurso seguindo a sinalização da antiga muralha medieval que partia das escadas monumentais até ao actual edificio do Instituto Justiça e Paz (antigo CADC), pelo actual curso do gradeamento do Jardim Botânico. Junto a este Instituto situava-se a antiga Porta da Genicoca (ou da Traição), local onde tirámos a nossa primeira fotografia. Em baixo, podemos ver uma reconstituição desse troço da muralha desaparecido no séc. XIX, retirada de um livro de José Pinto Loureiro.

 

 

Passámos depois ao largo da Couraça de Lisboa e seguimos pela rua José Falcão, onde fica o Arquivo da Universidade. O edifício do antigo colégio da Trindade está já completamente destruído, restando apenas as paredes entaipadas.

 

 

No entanto, ainda é possível apreciar o belo pórtico quinhentista do colégio da Santíssima Trindade. Parece que decorre actualmente um concurso para a reconversão deste quarteirão e recuperação do património arquitectónico que ainda não ruiu. Esperemos que decorra depressa, pois é muito doloroso ver o estado a que chegou este magnífico colégio.

 

 

Como as escadas de Minerva estão em obras de restauro, não pudemos fazer mais do que deitar uma espreitadela:

 

 

Esta fotografia foi tirada nas pequenas escadas da actual Casa de Infância Dr. Elysio Moura. Antigamente, funcionava aqui um colégio universitário, o colégio de Santo António da Pedreira, fundado em 1606. Depois da extinção das ordens religiosas, em 1834, as instalações passaram a ser ocupadas por um orfanato, até que a gestão do asilo infantil foi entregue ao médico, professor universitário e filantropo, Elysio de Moura.

 

 

Após este momento de descanso, visitámos o bar do auditório da Faculdade de Direito para observarmos os arcos que foram encontrados aquando da construção deste anexo da Faculdade, nomeadamente um arco ogivado que data provavelmente do século XIV.

 

A caminho do Largo da Porta Férrea, fizemos um pequeno desvio para apreciarmos as vistas sobre a cidade, bem como uma visão pouco usual sobre o claustro gótico da Sé Velha que neste momento sofre trabalhos de restauro. Este claustro foi a primeira construção gótica do nosso país e serviu de modelo para muitos outros claustros que depois foram edificados.

 

 

 

A actual Universidade localiza-se na antiga alcáçova muçulmana da cidade de Qulumbriya, isto é, a Coimbra islâmica. É de crer que a antiga entrada ficasse no local onde hoje está a Porta Férrea, havendo até quem sugira que a Sé Velha foi construída sobre a antiga mesquita. Da antiga Coimbra muçulmana aproveitaram-se as bases do edifício da Universidade.

 



publicado por CP às 21:25
Blogue oficial do Clube do Património da Escola Básica Eugénio de Castro - Coimbra
mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO