Quarta-feira, 08 de Dezembro de 2010

Da Praça do Comércio seguimos pela rua Adelino Veiga, que antes se chamava Rua das Solas, certamente porque aí se tratavam e vendiam coiros, cabedais e solas. Adelino Veiga foi um operário modesto, latoeiro de profissão, mas que escrevia poemas e representava como actor em peças de teatro amador, sendo muito apreciado no seu tempo. Faleceu em 1887 e a Câmara nomeou a rua com o seu nome em 1908. Esta rua seguia até ao antigo Largo das Tanoarias que foi destruído para se abrir a actual rua Fernão de Magalhães.

 

 

Chegados ao Largo do Paço do Conde, seguimos pela rua com o mesmo nome. No séc. XVI, o 1º Conde de Cantanhede, D. Pedro de Meneses, construiu aqui um grande edifício que, ao longo dos tempos, albergou  crianças famintas, bem como acolheu «mulheres convertidas da vida pecadora» sob a invocação de Santa Maria Madalena. No séc. XIX, o bispo reconverteu o paço em casa de educação para meninas pobres. Neste largo existiu ainda uma estalagem que foi famosa  por ser das melhores do reino.



publicado por CP às 12:09
Blogue oficial do Clube do Património da Escola Básica Eugénio de Castro - Coimbra
mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO