Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

(continuação)

 

A Manutenção Militar foi instalada no local onde antes funcionara um matadouro que, por sua vez, aproveitara um palheiro do mosteiro de Santa Cruz.

 

O mercado D. Pedro V foi inaugurado em 1867, substituindo o mercado de Sansão na actual Praça 8 de Maio, no local onde antes funcionara o designado mercado da Horta, por se ter instalado na antiga horta do mosteiro.

 

A Escola Secundária Jaime Cortesão aproveitou os edifícios da antiga Escola Industrial e Comercial Avelar Brotero quando esta se fixou nas actuais instalações na Solum. Antes, localizava-se aí o antigo Hospício dos Abandonados que albergava a roda dos expostos de Santa Cruz com o respectivo tribunal dos expostos.

 

O Claustro da Manga já foi visitado pelo Clube no ano passado. Resta comparar as duas fotografias para verificarem as transformações sofridas:

 

 

A Torre dos Sinos erguia-se no local das actuais escadas de Montarroio e ruiu em 1935.

Esta imagem constitui um curioso documento fotográfico que mostra o momento em que a torre se desmoronou. O nosso amigo Duarte vai tentar obter a série completa das fotografias. Prometemos que depois as publicaremos no nosso blogue. A foto que se segue ilustra o sítio onde outrora estava a dita torre:

 

Ooops! Desculpem, mas uma carrinha irritante atravessou-se à frente da máquina no preciso momento em que o Duarte disparava. Tentemos novamente:

Agora sim. Continuando a descer rumo a Santa Cruz, agora já próximo do final do nosso passeio, encontramos o edifício da Polícia de Segurança Pública, antigo celeiro do Mosteiro.

 

 

O edifício da Câmara Municipal de Coimbra foi inaugurado no dia 1 de Dezembro de 1879, depois de demolida uma parte da fachada de Santa Cruz, e ainda que se tenha só inaugurado a fachada, pois as obras no interior prosseguiram.

 

 

 

Chegámos, finalmente, ao destino do nosso percurso, contemplando a bela e antiga fachada do mosteiro de Santa Cruz. Apresentamos agora uma série de fotografias, algumas bem curiosas, que ilustram, apenas para os séculos mais recentes, a longa vida deste mosteiro tão ligado à história da nossa cidade.

 

1840

 

 

1940

 

Finalmente, uma palavra ainda para o actual café Santa Cruz, instalado na antiga igreja de S. João. Aí se situava antes o mosteiro feminino de S. João das Donas, fundado no século XII. O rei D. João III reformou as ordens religiosas, encerrando esta dependência, pois  entendeu que não favorecia a boa fama dos religiosos a proximidade feminina. Hoje, é o mais belo café de Coimbra.

 


 

Para a redacção deste texto, utilizámos os seguintes livros:

DIAS, Pedro e COUTINHO, J. E. Reis: Memórias de Santa Cruz; Coimbra; Câmara Municipal de Coimbra; 2003.

LOUREIRO, José Pinto: Toponímia de Coimbra; Coimbra; Edição da Câmara Municipal; 1964; 2 volumes.

NUNES, Mário: Estátuas de Coimbra; Coimbra; GAAC; 2005



publicado por CP às 14:20
Blogue oficial do Clube do Património da Escola Básica Eugénio de Castro - Coimbra
mais sobre mim
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
24
26
27

28
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO