Sexta-feira, 01 de Outubro de 2010

 

Olá, cá estamos de volta  para mais um ano cheio de aventuras no nosso Clube do Património. Este ano temos sócios novos: a Ana Rita, a Bárbara, o Bernardo e a Ângela. No passado dia 24, fomos ao Mosteiro de Santa Clara-a-Nova. O objectivo era conhecer o túmulo da Rainha Santa.

O Convento de Santa Clara-a-Nova é um exemplo notável da arquitectura religiosa da Restauração.

 

 

 

Este Convento das Clarissas foi projectado pelo frade Beneditino João Turriano (1610-1679). As paredes da igreja começaram a ser construidas em 1649 e têm uma espessura superior a três metros, como se se tratasse de uma fortaleza. A instalação do  convento iniciou-se em 1677, mas o edíficio só ficou completo em 1696.

O convento situa-se no cimo da colina da margem sul do rio Mondego, de onde se avista uma bela paisagem.

 

 

No pátio exterior, ouvimos atentamente as explicações da Drª. Conceição.

 

 

 

No terreiro, encontramos uma estátua da Rainha Santa Isabel da autoria do escultor Álvaro de Brée, em mármore branco. A Rainha está voltada para a cidade, ostentando a bolsa de peregrina a Santiago de Compostela, em vez do habitual milagre das rosas.

 

 

No interior da igreja não é possível tirar fotografias. A igreja tem 27,5 metros de comprimento por 14 metros de largura, coberta por uma abóbada de berço que se eleva a 25 metros de altura. As paredes são muito grossas: 3 metros.

 

Não conseguimos visitar o túmulo da Rainha Santa, pois estava vedado o acesso aos turistas, fica prometida outra visita. No entanto, contemplámos os túmulos da Infanta D. Isabel (c. 1326 - 1330), neta da Rainha Santa, e de D. Isabel de Urgel, mulher do Infante D. Pedro, Duque de Coimbra.

 

 

 

 

 

Foi uma visita muito agradável, ficamos à espera das fotografias da Kayleigh e prometemos mais aventuras. Até breve!

 

 

 

Para a redacção deste texto consultámos os seguintes livros:

- KUBLER, George: «A Arquitectura Portuguesa Chã. Entre as Especiarias e os Diamantes. 1521 - 1706»; Lisboa; Vega; 1988; p. 157.

- NUNES, Mário: «Estátuas de Coimbra»; Coimbra; GAAC; 2005; pp. 19-22.



publicado por CP às 15:31
Blogue oficial do Clube do Património da Escola Básica Eugénio de Castro - Coimbra
mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
19
20
21
22
23

24
27
28
30

31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO